Bom dia usuário, seja bem vindo!
Florianópolis Domingo, 17/12/2017 - 01:58

 
 
    Principal
    Institucional
    Projetos
    Notícias
    Eventos
    Agenda
    Assembléias
    Financeiro
    Associados
    Encontro NEA
    Contato
Google
NEA-SC
 
 
 
 
Histórico

Com a abertura do mercado aos produtos importados no início da década de 90, o setor automotivo foi um dos que mais sofreu mudanças, em que as empresas tiveram de acompanhar sob todos os aspectos as novas tendências em conhecimentos técnicos, atendimento, qualidade e tecnologia embarcada nos automóveis, o que não foi diferente em Santa Catarina.
Para agravar a situação, as oficinas autorizadas pelos fabricantes de automóveis iniciaram uma campanha para marginalizar as oficinas autônomas, colocando em dúvida a qualidade dos serviços e das autopeças oferecidas pelas mesmas.

Segundo o presidente do Núcleo Estadual de Automecânicas de Santa Catarina, desde seu início em 1997, Sr. Élvis Charley Ludvig, o que dificultava a prestação de melhores serviços era a falta de informação técnica, pois o acesso a elas também era monopolizado pelas autorizadas e grandes redes com poder de barganha com as montadoras, além da falta de ferramentas, pois cada veículo que é lançado no mercado exige uma ferramenta diferente para o seu reparo.

Outro fator de grande importância era a recuperação da credibilidade dos empresários deste segmento, denominados aplicadores, já que muitos prestavam um serviço de baixa qualidade, pouco se importando com a satisfação do cliente, onde sequer davam garantia do seu atendimento.
Projeto Empreender - Início dos Núcleos Setoriais

A partir do ano de 1991, a implantação do Projeto Empreender em Santa Catarina, por intermédio de uma parceria entre as Associações Comerciais e Industriais do Norte/Nordeste catarinense, a Câmara de Ofícios de Munique e Alta Baviera na Alemanha, criou a Fundação Empreender com sede em Joinville – SC.

Dessa parceria começaram a surgir os primeiros núcleos locais de automecânicas, tendo como principal foco de trabalho a necessidade de atualização técnica, resultante do panorama encontrado nas empresas com baixo nível tecnológico e gerencial, em virtude dos anos de estagnação provocada pelo isolamento do Brasil do mercado internacional.

Inicialmente, o projeto fez um diagnóstico do setor, encontrando o seguinte panorama:

- Montadoras oferecendo modelos obsoletos em tecnologia, pois não tínhamos acesso ao mercado internacional;

- Concessionárias com o foco estrito para a venda de veículos novos;

- O mercado independente de reparação era caracterizado como não profissional e baseado mais no conhecimento tácito do que no adquirido através da capacitação técnica/gerencial;

- O automecânico era tido como autônomo, sem ser reconhecido como empresário do setor automotivo.

Neste período os núcleos empreenderam ações voltadas ao treinamento de pessoal, compras em conjunto, participações em feiras, dentre outras.
Com a expansão do Projeto Empreender para todo o Estado de Santa Catarina em 1997, por meio de uma parceria entre Federação das Associações Comerciais e Industriais de Santa Catarina – FACISC e o SEBRAE/SC, as Associações Comerciais não tiveram maiores problemas em iniciar os trabalhos, e logo outros núcleos locais de automecânicas foram surgindo.




 

 
Ver as notícias do NEA-SC.
Falar com o NEA.
Procurar uma oficina.
 
PARCERIA NEA/ARVESC E FREMAX
No dia 10 de Novembro aconteceu na empresa FREMAX na cidade de Joinville o primeiro passo de um projeto de parceria entre Indústria e Reparadores.
 
Dezembro
AGENDA DE REUNIÕES 2017
ver agenda completa